Assembleia de Deus - Congregação Cidade Ademar 2 Setor 08 - Ministério do Belém

Rua Doutor Márcio Martins Ferreira, 68
São Paulo, SP.
04405-060

contato@adademar2.com.br

A janela 10x40 está se abrindo

26/08/2013 20:22

Este termo 10 x 40 retrata na linguagem missionária a área de maior rejeição da pregação do Evangelho de Cristo na atualidade, por causa das antigas religiões que ali se estabeleceram, como o budismo, o confucionismo, o hinduísmo e o islamismo, onde se concentra o maior contingente populacional da face da Terra. Satanás tem estabelecido várias estratégias, a fim de que o Evangelho não seja pregado naquela localidade. 

A Igreja de Cristo, no entanto, em todo o mundo tem orado, para que este quadro se reverta, a fim de que a Palavra de Deus seja pregada livremente a todos aqueles povos que vivem na maior ignorância, pois são adoradores de seres da natureza por não conhecerem o verdadeiro Criador e Senhor da Terra. Por causa de seu desconhecimento adoram a barata, a vaca, o macaco, o rato, etc. 

Deus começou a operar a partir do Norte da África. Nações que no princípio da pregação do Evangelho no tempo da Igreja primitiva que foram evangelizadas, principalmente pelo eunuco de Candace, a atual Etiópia, por displicência dos cristãos, permitiram que a vivência do Evangelho pleno de Jesus fosse deixada de lado, o que ocasionou a entrada de novas religiões, onde se destaca o islamismo. 

O Egito é um grande exemplo desta verdade supracitada. Comunidades cristãs bem-estruturadas foram criadas em várias cidades, como a de Alexandria, de onde surgiram grandes líderes que são considerados pais da Igreja, porque se destacaram como grandes apologistas, ou seja, defensores da verdade que liberta o homem da condenação eterna pelo conhecimento de que só Jesus é o único e suficiente Salvador da humanidade. 

O Egito, em um grau menor, faz parte da lista dos países que restringem a pregação do Evangelho em seu território, mas esta situação vai se reverter, pois a ditadura caiu por terra e os egípcios se preparam para, através da nova Constituição, alcançar a liberdade que os levou às ruas do Cairo para exigir mudanças já. É mais do que certo que logo conheceremos um novo Egito que permitirá ao seu povo o direito da livre expressão. 

A Tunísia, país vizinho do Egito, passou pelo mesmo processo e hoje este povo goza do direito de ir e vir e de escolher o que julga mais conveniente para a sua existência humana. Então, a porta está aberta para a pregação do Evangelho, que deve ser apresentado por pessoas bem-preparadas, a fim de que a Igreja de Cristo seja implantada naquela região para nunca mais ser enfraquecida até a volta de Jesus.

A maior prova de que a Janela 10 x 40 está se abrindo é a Líbia, outro país vizinho do Egito, governada por um ditador da mão de ferro, agora deposto, a que mais restringia a pregação do Evangelho de Cristo. No entanto, o poder de Deus, como resposta das nossas orações, derribou esta muralha de resistência e logo Cristo será exaltado pelo povo líbio como o seu Senhor e Salvador. O que dizer da Síria? Sua barreira intransponível também está caindo como os muros de Jericó. 

O Rei dos reis está voltando e todas estas tranqueiras que impediam a entrada dos missionários pela Janela 10 x 40 serão removidas, para que todas estas nações da África, Ásia e Oriente Médio conheçam a verdade que liberta e aceitem a Cristo como a resposta que satisfaz o anseio da humanidade. Creio que este processo é irreversível e logo mais veremos esta tal Janela 10 x 40 escancarada para a pregação do Evangelho. 

Pastor Antonio Mardonio 
Editor chefe do Jornal Ceifeiros em Chamas