Assembleia de Deus - Congregação Cidade Ademar 2 Setor 08 - Ministério do Belém

Rua Doutor Márcio Martins Ferreira, 68
São Paulo, SP.
04405-060

contato@adademar2.com.br

LIÇÃO - 8 APARÊNCIA DO OBREIRO

21/03/2014 09:10

INTRODUÇÃO
A aparência do obreiro é um dilema. Representa escolha e preferência, moda e cultura. Devemos reconhecer que o modo como nos vestimos causa notável impacto nas pessoas a quem ministramos e, até certo ponto, afeta nossa maneira como nossa audiência nos vê. Vestir-se de maneira a realçar seu ministério é, na verdade, nada mais nada menos que ter bom gosto e uma aparência pessoal que reflita o que as pessoas entendem como aceitável para o obreiro cristão. (Sl 103:1,2) 

TEXTO – 1

Cuidado no trajar

Não sabemos se podemos dizer infelizmente ou felizmente a maioria dos nossos obreiros, não ganham o suficiente para possuir um rico guarda-roupa. Isto, contudo não indica que eles estejam predestinados a andar sujos e desarrumados. De fato uma roupa que não é nova, porém lavada, e bem passada, é melhor apresentada do que a roupa que não esteja bem lavada, e bem passada.
Tenha ou não tenha roupas novas, o obreiro do Senhor deve se trajar condignamente com a sua função, lembrando sempre que ele é o melhor cartão de apresentação da igreja à qual representa. Conhecemos muitos obreiros que estão sempre vestidos de paletó, seja na igreja, na rua ou em viagem. Isto é bonito, porém não é indispensável, principalmente em clima quente, como acontece no Norte e Nordeste, e mesmo no Sul em determinadas épocas do ano. 

TEXTO – 2
Cuidados indispensáveis

Como forma de se apresentar bem, o obreiro deve observar ainda o seguinte:
a. Ter os sapatos sempre limpos. “O obreiro deve ter se possível, uma latinha de graxa e um escova”.
b. Ter o cabelo sempre bem aparado e penteado.

c. Fazer a barba diariamente “Hoje á facilidade de aquisição de barbeadores descartáveis, não é desculpas para se andar de barba por fazer, levando em consideração a aparência”.
d. Ter unhas sempre limpas e bem aparadas. “Ter cortador de unha”.

e. Ter cuidado com os dentes para que possa sorrir sem constrangimento, “Ter uma escova, pasta, e não deixar faltar o fio dental”. 
f. Sempre seja asseado, um bom banho, e um desodorante ajuda bem a saúde sua, e do seu irmão.
g. Lembre-se, troque todos os dias as peças intimas, ninguém esta vendo mas pode estar sentindo... aquela meia da semana passada já venceu...
h. Sempre tenha no bolso um lenço, uma boa caneta.
i. Nunca tire o casaco, a menos que seja absolutamente necessário, “enfraquece sua imagem”.
j. Sempre é bom verifique sua aparência num espelho antes de se dirigir ao púlpito.
k. Se você tem protuberante barriga, nunca use cinto abaixo dela.
l. Vista-se de acordo com a reunião. Há muitas oportunidades para deixar o terno em casa e ser informal.

m. Lembre-se! Você nunca estará realmente bem vestido até que esboce um sorriso amistoso. Por isso sorria, sorria, sorria. 

CONCLUSÃO: Como determinar essa aparência pessoal poder ser um tanto quanto difícil. A observação é um ponto de partida, peça ajuda a esposa, até mesmo ao seu pastor mas não saia por aí fazendo feio... você está sendo o alvo principal do culto e isso não é bom...

 

Autores

Pastores Jorge Albertacci e Valdeir Pereira dos Santos